English Version Versão Portuguesa Version Française Versione Italiana Türkçe Sürüm Wersja Polski Variantă Română Ελληνική έκδοση Magyar Nyelv Český Jazyk Versión Española
Patrocinadores:

As Três Alternativas


Novas alternativas chegaram com duas promessas importantes: a ausência de TCA e os preços baixos.



Screwcap
As rolhas de rosca têm “a vantagem considerável de dispensar aos nossos bíceps a dor do trabalho cheio intenso com o saca-rolhas”. Uma boa solução, sobretudo quando se observa, por exemplo, que “a maioria dos americanos não possui um saca-rolhas”. A Nova Zelândia, através de um famoso grupo de pressão, a Screwcap Initiative, foi essencial no lançamento das rolhas de parafuso.
Plastic Stopper
As rolhas de plástico são igualmente populares, sobretudo para os vinhos jovens. Rodolfo Gaona, director comercial da Nomacorc, declara que “as nossas rolhas não se partem, não absorvem nem perdem humidade, não são orgânicas e portanto não são susceptíveis a insectos ou bactérias, nem se deterioram”. Entre o vinho e o ar do ambiente não se verifica a troca de gases, mas isso não é absolutamente necessário para os vinhos destinados a beber-se mesmo logo após o engarrafamento. A experiência mostra que as rolhas sintéticas são satisfatórias dentro da duração de 18 meses.
Glass Stopper
As rolhas de vidro, fornecidas por uma pequena juntura de borracha, podem ser adaptadas à maior parte dos gargalos da garrafa. Uma cápsula em alumínio cobre actualmente as rolhas de vidro. A garrafa vai ser aberta com um saca-rolhas especial que tira e parte a cápsula em duas partes através de uma pressão axial. A rolha de vidro pode ser facilmente removida com o polegar.

A polémica existe. Alguns países produtores e consumidores de vinho reclamam mudanças para novas alternativas.